sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Bolinho de chuva.

Chuva deveria ser algo triste pra mim, quando eu era criança.
Quando chovia, lá na escolinha, não podíamos birncar. Nada de se enfiar na areia, ou enfiá-la em nossas roupas, nada de escorregador, balanço ou tamarindo.
Mas não era. Era tradição, sempre que chovia, na escola fazer bolinhos de chuva. As professoras nos deixavam desenhando algo e se juntavam na cozinha. Depois de algum tempo, voltavam com os bolinhos cheios de um açucar que nos fazia melar as mãos e as roupas e adocicava o tédio e a melâncolia da chuva.
Acho que aprendi a acreditar em bolinhos de chuva desde esse tempo.

3 comentários:

  1. Amo bolinho de chuva...até sem chuva.

    Fiquei boquiaberta com seu longo e ótimo comentário no meu blog. Adoro quando há envolvimento do que foi lido e ainda mais, quando me apresentam visões aperfeiçoadas daquela idéia inicial que tive.
    Forte abraço e volte sempre para devaneiar comigo.
    bj

    ResponderExcluir
  2. também gostei do seu blog!
    adoro estar junto com as pessoas, vide meus dois blogs comunitários:
    www.falopios.blogspot.com
    www.manufatura.blogspot.com
    pode linkar sempre que quiser!

    ResponderExcluir
  3. Querida(o) amiga(o). Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

    ResponderExcluir